Nuvem híbrida: saiba o que é, como funciona e quais as vantagens

A computação em nuvem é cada vez mais utilizada nas empresas por ser altamente vantajosa e colocar a organização no mesmo patamar tecnológico de gigantes do mercado. Segundo a Gartner, uma das corporações de maior reputação em consultoria, em 2020, serão raras as empresas que não tenham implementado soluções em cloud.

Por isso é fundamental que os gestores saibam o que é computação em nuvem, seus modelos e suas principais vantagens. Assim, será possível realizar escolhas realmente estratégicas e implementá-las nos próximos anos.

Você já conhece a nuvem híbrida? Se ainda não, leia nosso artigo e saiba mais sobre o assunto.

O que é a nuvem híbrida?

A nuvem híbrida diz respeito a um ambiente de cloud computing no qual há a presença de nuvens públicas e nuvens privadas. Dessa forma, é possível que dados sejam compartilhados e armazenado entre esses dois tipos de nuvens, com rápida comunicação.

Da mesma forma, cada uma desempenha uma função específica dentro das estratégias da empresa, podendo atuar de forma independente ou em conjunto.

Como funciona essa ferramenta?

A nuvem híbrida pode ser contratada pela sua empresa, unindo um ambiente público em nuvem, acessível pela web, e um ambiente privado, restrito a um número definido de usuários.

Assim, as ferramentas do negócio que operarem nesses sistemas funcionarão de forma integrada, e será possível compartilhar informações entre parceiros comerciais e usuários por meio do ambiente público. Já o ambiente privado é destinado aos dados que necessitam de alta segurança e controle.

Por exemplo, sua empresa pode utilizar a nuvem privada para manter aplicativos e dados sigilosos, como dados pessoais, números de cartões de crédito, dados bancários, entre outros. Enquanto isso, dados menos sensíveis e partes da aplicação que não necessitam de tamanha privacidade podem ficar na nuvem pública.

É importante ressaltar que, para que seja de fato uma nuvem híbrida, ela deve ter integração entre os sistemas. Isso porque uma organização pode trabalhar com os dois tipos de nuvem (público e privado) e não ter, necessariamente, uma nuvem híbrida.

Quais as vantagens da nuvem híbrida?

A adoção da nuvem híbrida traz uma série de vantagens para as organizações, como veremos a seguir.

Aproveitamento dos benefícios dos dois tipos de nuvem

Sua empresa poderá reter informações sigilosas e que necessitam de maior privacidade em uma nuvem privada, enquanto aproveitam os benefícios da redução de custos da nuvem pública.

Maior oportunidade de inovação

Se o ambiente em nuvem já reduz as barreiras à inovação, o uso da nuvem híbrida potencializa isso. Afinal, há a disponibilidade de recursos maiores na combinação de ambientes externos (públicos) e internos (privados) no aspecto de tratamento e gestão de dados, redes e infraestrutura.

Escalabilidade dos serviços

A nuvem híbrida prioriza a escalabilidade de serviços em longo prazo. Isso significa que é possível dimensionar os recursos tanto para aumento quanto para diminuição, de acordo com a demanda do seu negócio. Por exemplo, pode ocorrer um aumento na necessidade de recursos no ambiente público e isso não ser necessário na nuvem privada, e é totalmente possível realizar esse tipo de modificação.

Redução de custos

Um dos principais benefícios da nuvem híbrida é a redução de custos. A nuvem privada tende a ser um pouco mais custosa, de forma que seu uso integral pode não ser vantajoso para as organizações.

Por meio da nuvem híbrida, é possível ter maior otimização dos custos em sua empresa de TI: você dedica as funções que exigem menor privacidade para serem hospedadas na nuvem pública, que tende a ter menor custo e, assim, diminui os gastos operacionais.

O uso da nuvem híbrida, quando bem aplicado, ou seja, de forma estratégica, faz com que sua organização consiga potencializar os resultados em longo prazo, trazendo maior eficiência, produtividade e melhor custo-benefício.

Achou este conteúdo interessante? Siga nosso perfil no Facebook, Instagram e LinkedIn e veja outras dicas como essas diretamente em seu feed de notícias.

Clara CloudNuvem híbrida: saiba o que é, como funciona e quais as vantagens

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *