Veja 5 dicas práticas para aumentar a segurança de dados na empresa

Dados são o atual substrato fundamental para as atividades de todas as organizações. Por isso, devem ser monitorados, coletados e tratados de forma adequada, para que ofereçam a infraestrutura necessária às atividades cotidianas e mudanças necessárias internamente.

E um dos pontos que mais merece atenção diz respeito à segurança de dados. Afinal, essa política é responsável por manter a integridade do seu insumo mais valioso atualmente dentro da organização.

Continue lendo e entenda o que é segurança de dados e as cinco principais dicas para melhorá-la em seu negócio.

O que é segurança de dados?

A segurança de dados diz respeito ao conjunto de ações, protocolos, entre outras ações importantes para a proteção das informações das organizações, sejam aquelas que estejam armazenadas offline, sejam aquelas que estejam disponíveis online.

Assim, seu objetivo é controlar o acesso a informações da organização, priorizando a integridade delas, bem como evitar que cibercriminosos tenham acesso a esse material.

Qual a importância de fortalecer a segurança de dados na empresa?

Atualmente, informação é poder. E por isso as empresas necessitam trabalhar continuamente para a melhoria da análise e tratamento dos dados. Afinal, eles oferecem substratos importantes para tomadas de decisões que podem alterar profundamente os rumos da empresa e garantir maior sucesso em longo prazo.

Porém, para que isso realmente aconteça, é importante manter a integridade das informações. Sem isso, a tendência é que ocorra o caminho oposto: prejuízos, vazamentos de dados, corrupção de informações, entre outros problemas severos nesse quesito.

Sendo assim, quais as principais dicas para fortalecer a segurança de dados da sua empresa? Quais ações necessitam ser tomadas para minimizar problemas? Veja as principais a seguir.

1. Tenha atenção às senhas internas

Um dos maiores pontos de vulnerabilidade dentro das organizações no que concerne a segurança de dados diz respeito às senhas internas. Quando são muito fáceis de serem quebradas, facilitam a ação dos hackers.

Além de contar com senhas mais fortes, utilizar gerenciadores de senhas e a verificação em duas etapas, é fundamental que elas sejam trocadas periodicamente.

2. Invista em backup em nuvem

Outra forma de proteger os dados internos da sua organização é investir em backup em nuvem. Além de seus dados serem protegidos por protocolos instituídos pelas gigantes do cloud, que são amparadas pelas principais empresas de segurança do mercado, suas informações estarão protegidas de desastres tecnológicos e vazamento de dados ocasionados por perdas e roubos de equipamentos.

3. Invista em criptografia de informações

A criptografia de informações é fundamental para evitar que seus dados sejam interceptados por criminosos que buscam conteúdo sigiloso ou sensível de sua organização. Dessa forma, apenas o remetente e o destinatário detêm a chave para ter acesso ao conteúdo.

4. Oriente seus colaboradores

Muitas falhas estruturais podem facilitar o acesso de hackers às informações da organização. Porém, a mais comum delas está relacionada com falhas humanas. Isso porque ações erradas permitem que os cibercriminosos tenham acesso aos bancos de dados da sua organização e consigam realizar ações tanto de roubo de informações quanto inutilização do seu sistema.

5. Estabeleça níveis de acesso

Estabelecer níveis de acesso é fundamental para restringir os riscos de vazamentos de informação. Quanto mais pessoas que não devem ter acesso às informações são autorizadas para este fim, mais facilmente esses dados podem ser interceptados por meio das máquinas dessas pessoas.

Por exemplo, se um colaborador da área financeira está tendo acesso a informações sigilosas, um cibercriminoso pode utilizar uma vulnerabilidade da máquina dele para ter acesso às informações e vendê-las para seus concorrentes. Por isso é fundamental estabelecer controles de acesso, minimizando os riscos de problemas nesse aspecto.

A segurança de dados é um tema muito caro para as organizações, de forma que relutar contra essas mudanças pode trazer uma série de consequências drásticas e prejuízos para seu negócio.

Outro ponto ao qual as empresas devem ficar atentas diz respeito à atual legislação sobre proteção de dados. Então, leia nosso artigo e veja as respostas para as 7 perguntas mais importantes sobre a Lei Geral de Proteção de Dados e tire suas dúvidas sobre o tema.

Clara CloudVeja 5 dicas práticas para aumentar a segurança de dados na empresa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *